OBITEL BRASIL – REDE BRASILEIRA DE PESQUISADORES DA FICÇÃO TELEVISIVA – foi constituída em 28 de novembro de 2007 durante encontro organizado pelo CETVN – Centro de Estudos de Telenovela, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e por Globo Universidade. Como braço brasileiro do OBITEL¹ reúne as equipes de pesquisadores brasileiros oriundos de diversas universidades brasileiras que se dedicam ao estudo da ficção televisiva. A rede nacional de pesquisadores tem como uma de suas principais características a representatividade tanto em termos de abrigar pesquisadores reconhecidos por suas pesquisas sobre o tema quanto em termos de abrangência geográfica. A rede é composta por investigadores que atuam em universidades e centros de pesquisa de vários estados brasileiros e que contam com apoio financeiro das agências de fomento à pesquisa. Fato por si só revelador da importância que os estudos de ficção televisiva alcançaram no cenário das pesquisas no campo da Comunicação.

Sua metodologia de trabalho consiste em desenvolver bienalmente um mesmo projeto, cuja temática sobre a ficção televisiva é investigada a partir de diversos olhares teóricos e procedimentos metodológicos em diversos subprojetos conduzidos por pesquisadores seniores, seus doutorandos e mestrandos, além de bolsistas de iniciação científica, todos atuando como um único grupo de pesquisa.Como resultado, o OBITEL BRASIL vem consolidando como marca referencial o trabalho colaborativo evidenciado nos volumes publicados pela Coleção Teledramaturgia, a cada dois anos. E repete, com Globo Universidade, no nível nacional, a parceria bem-sucedida do OBITEL internacional.

¹ Criado em 2005, na cidade Bogotá, o OBITEL – Observatório Ibero-Americano de Ficção Televisiva – é uma rede internacional de pesquisadores que tem por objetivo o estudo sistemático e comparativo das produções de ficção televisiva. As atenções desses pesquisadores se orientam no sentido de compreender e analisar os diversos aspectos envolvidos na produção, circulação e recepção de programas de ficção nos países que participam da rede. Atualmente, os países participantes do OBITEL são 12: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos (língua hispânica), México, Peru, Portugal, Venezuela e Uruguai. O Observatório trabalha com base no monitoramento permanente da programação de ficção dos canais nacionais de televisão desses países. O OBITEL publica os seus resultados no Anuário Obitel e realiza seminários internacionais que reunem pesquisadores e produtores da área da ficção televisiva.

OBITEL BRASIL – LIVROS PUBLICADOS

LOPES, Maria Immacolata Vassallo de (Org.). Ficção televisiva no Brasil: temas e perspectivas. Rio de Janeiro: Editora Globo, 2009. 438p. (Coleção Teledramaturgia,

LOPES, Maria Immacolata Vassallo de (Org.). Ficção televisiva transmidiática no Brasil: plataformas, convergência, comunidades virtuais. Porto Alegre: Editora Sulina, 2011. 382p. (Coleção Teledramaturgia, Vol.2).

LOPES, Maria Immacolata Vassallo de (Org.). Estratégias de transmidiação na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2013. 367p. (Coleção Teledramaturgia, Vol.3).

LOPES, Maria Immacolata Vassallo de (Org.). Por uma teoria de fãs da ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2015. 367p. (Coleção Teledramaturgia, Vol.4).

*Para saber mais sobre OBITEL Internacional, veja aqui.